Cosan estuda refinanciar parte da dívida de compra da Comgás

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 13:25 BRST
 

SÃO PAULO, 7 Fev (Reuters) - A Cosan vai buscar refinanciar parte da dívida feita para comprar a Comgás caso o mercado apresente condições interessantes, disse executivo da empresa nesta quinta-feira.

"À medida que o mercado apresente condições interessantes, nós temos interesse em refinanciar parte da dívida que foi levantada para aquisição da Comgás", disse Marcelo Martins, vice-presidente financeiro e diretor de Relações com Investidores da empresa, durante uma conferência com jornalistas nesta quinta-feira, após apresentação dos resultados do último trimestre.

Segundo ele, por se tratar de uma dívida de longo prazo, a empresa tem bastante tempo para avaliar uma operação deste tipo.

O executivo observou que a companhia de energia e infraestrutura está acompanhando de perto as condições dos mercados de capitais e de dívida bancária.

"(Se reduzir) substancialmente o nosso custo hoje deste endividamento, nós vamos fazer... A gente hoje monitora o mercado muito de perto e à medida que haja alguma oportunidade que faça sentido nós vamos buscar refinanciar a dívida", disse Martins.

O executivo acrescentou que a empresa, que tem uma joint venture com a Shell em açúcar, etanol e cogeração, não espera sinergias resultantes da operação de compra da Comgás, ao menos neste ano. Ele afirmou que aquisição foi feita com base na expectativa de crescimento da companhia de gás, e que não foi direcionada tendo em vista as sinergias.

A Cosan comprou fatia de 60,1 por cento na Comgás por pouco mais de 3 bilhões de reais no ano passado do BG Group. A operação foi aprovada pelo órgão regulador paulista em outubro passado.

Este é o primeiro balanço trimestral a incluir a Comgás, e consequentente de sua dívida. Além disso, o resultado inclui o valor equivalente a 3,3 bilhões de reais da Cosan SA para a aquisição da Comgás, levantado por meio de uma emissão de debêntures feita neste terceiro trimestre do ano fiscal.

Com isso, o endividamento líquido da Cosan subiu para 8,8 bilhões de reais, contra 3,5 bilhões de reais no segundo trimestre de 2013 --o valor inclui também dívidas da Comgás.   Continuação...