Natura considera lojas-conceito para expansão internacional

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 16:21 BRST
 

Por Vivian Pereira

SÃO PAULO (Reuters) - A Natura pode recorrer ao varejo como forma de ingressar em países onde ainda não atua, por meio da aquisição da marca australiana Aesop, mas descarta a possibilidade de apostar no modelo de lojas como forma de ganhar participação no Brasil.

"A loja-conceito pode ser uma forma de expandir a marca em países onde a Natura ainda não está... mas vai depender do mercado", disse o diretor presidente da companhia, Alessandro Carlucci, em teleconferência nesta quinta-feira.

O executivo se referiu à compra, em dezembro, de 65 por cento da australiana Emeis Holdings, dona da marca Aesop, por 68,25 milhões de dólares australianos (71,59 milhões de dólares), que deve ser concluída no final de abril deste ano. A empresa tem lojas em vários países, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Coreia e Japão.

"Ainda não temos um plano definido para isso, mas pode nos ajudar nos planos de expansão internacional", afirmou Carlucci. "É uma complementaridade de competências... eles poderão entrar em países onde não operam e a Natura em outros onde não está presente."

Mas, embora considere que a expansão internacional da companhia pode se dar por meio do varejo em alguns mercados, o executivo ressaltou que a Natura não tem planos de partir para esse segmento no Brasil.

"No Brasil não temos nenhuma intenção de ter lojas como forma de expandir nossa participação... isso traria conflito com nosso modelo atual (de venda direta)", disse ele.

No país, a Natura conta com um espaço na rua Oscar Freire, em São Paulo, onde é possível experimentar e adquirir produtos. "É um lugar específico, para um público específico e objetivo de construir a marca, que pode ser replicado em outros locais", afirmou Carlucci.

Ainda no âmbito internacional, a Natura já tem operações em outros países da América Latina --Argentina, Chile, Peru, México e Colômbia--, que hoje respondem por 11,6 por cento da receita total da empresa.   Continuação...