Dados econômicos dos EUA apontam para forte crescimento no 4o tri

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 14:25 BRST
 

Por Jason Lange

WASHINGTON, 8 Fev (Reuters) - A economia dos Estados Unidos deve ter se expandido ligeiramente no quarto trimestre, de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira que sugeriram ter sido exagerada uma queda no Produto Interno Bruto (PIB) divulgada pelo governo na semana passada.

O déficit comercial dos EUA diminuiu para seu nível mais baixo em quase três anos em dezembro devido à queda nas importações de petróleo e aumento nas exportações.

O déficit comercial do país diminuiu para 38,5 bilhões de dólares durante o último mês do ano, informou o Departamento do Comércio nesta sexta-feira. O resultado foi um déficit muito menor do que os analistas consultados pela Reuters esperavam.

"Os dados de comércio para dezembro pintaram um quadro reconfortante e animador da economia dos EUA no final do ano passado", disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

Um outro relatório do Departamento de Comércio mostrou que os estoques no atacado diminuíram inesperadamente em dezembro, o que compensa alguns dos ganhos trazidos pela balança comercial ao PIB.

Tomados em conjunto, os dois relatórios sugerem que o governo dos EUA poderia revisar para cima a leitura preliminar para resultado do PIB do quarto trimestre. O governo divulgou que a economia teria registrado leve contração a uma taxa anual de 0,1 por cento.

A queda no PIB foi impulsionada por um recuo esperado nas exportações, ganhos menores em estoques e uma queda nos gastos do governo com os militares.

O Barclays disse que mesmo com o declínio nos estoques de dezembro de atacado, o PIB deve ter crescido 0,3 por cento no quarto trimestre devido aos dados de exportação mais altos.   Continuação...