Preço de energia de curto prazo cai, ONS vê aumento de chuvas

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 16:31 BRST
 

SÃO PAULO, 8 Fev (Reuters) - O Preço de Liquidação de Diferenças (PLD), que serve de base para os contratos de energia elétrica de curto prazo, caiu entre 10 e 13 por cento em todas as regiões do país para a próxima semana, diante da expectativa de maiores volumes de chuvas.

O PLD para as regiões Sudeste/Centro-Oeste e Sul passou de 176,85 reais por megawatt-hora (MWh) nesta semana, na carga média, para 158,72 reais por MWh para a semana de 9 a 15 de fevereiro, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta sexta-feira.

Nas regiões Nordeste e Norte a queda foi para 153,39 reais por MWh na carga média.

"A atuação de um sistema de baixa pressão e de uma nova frente fria deverão ocasionar totais significativos de precipitação nas bacias dos rios Uruguai, Iguaçu, Paranapanema, Paraná (calha principal) e Tietê, com pancadas de chuva isoladas nas bacias dos rios Grande, Paranaíba e Tocantins", informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) no Sumário Executivo do Programa Mensal de Operação (PMO) para a próxima semana.

Nas demais bacias do país, a previsão é de totais muito baixos ou de ausência de chuva, mas o ONS explica que, ainda assim, prevê-se que afluências de água aumentem em todos os subsistemas.

"O aumento previsto para o subsistema Nordeste decorre da precipitação observada no trecho, o da bacia do rio São Francisco em Minas Gerais no final do mês de janeiro", explica o ONS.

O ONS informou que também manterá a geração térmica de cerca de 14.900 MW médios na semana que vem.

(Por Anna Flávia Rochas)