BP assina acordo para exportar gás natural dos EUA

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013 17:25 BRST
 

NOVA YORK, 11 Fev (Reuters) - A BP assinou contrato para exportar gás natural dos Estados Unidos, tornando-se a mais recente gigante de energia que busca lucrar com o grande aumento da produção interna, que tem pressionado os preços muito abaixo dos níveis globais.

A petrolífera londrina fechou contrato de 20 anos com a Freeport GNL, empresa que pretende construir uma planta de exportação no Texas, um terminal de para enviar por navio gás aos mercados carentes da Europa e Ásia, disse a Freeport em um comunicado nesta segunda-feira.

Após a aprovação dos órgãos reguladores, a Freeport espera começar a construção da planta até o fim deste ano, com conclusão prevista para quatro anos mais tarde, disse a empresa.

Pelo acordo, a BP vai poder usar a planta e exportar até 4,4 milhões de toneladas por ano de gás natural liquefeito (GNL) --o equivalente à capacidade da segunda unidade de produção da planta, chamada de trem.

A capacidade do primeiro trem foi vendida ao grupo japonês Osaka Gas and Chubu Electric Power.

"Com os dois primeiros trens de liquefação totalmente contratados, pretendemos abordar os mercados de financiamento em breve, para que que possamos começar a construção da planta inicial", disse o presidente-executivo da Freeport GNL, Michael Smith.

A planta de exportação será construída no local do terminal de importação existente da Freeport, que teve grande parte ociosa ao longo dos últimos anos, com um aumento da produção doméstica evaporando as necessidades de importação.