BCE apenas usará plano de compra de títulos em "grandes problemas"--Draghi

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013 18:34 BRST
 

Por Paul Day e Julien Toyer

MADRI, 12 Fev (Reuters) - O Banco Central Europeu poderá considerar empregar o seu plano de compra de títulos apenas em caso de grandes problemas na condução de sua política monetária, disse o presidente do BCE Mario Draghi aos legisladores espanhóis nesta terça-feira.

Os comentários de Draghi indicaram que o BCE não tem pressa para tocar o plano que ainda será utilizado, chamado de Transações Monetárias Diretas (OMT, na sigla em inglês), anunciado em setembro.

No mesmo evento, Draghi também disse que as menções sobre guerras cambiais foram exageradas e rejeitou a ideia de o BCE definir uma meta para a taxa de câmbio. Ele disse ainda que a economia espanhola estava no caminho certo.

Desde que o banco anunciou o seu plano de compra de títulos, a mera ameaça de uma intervenção do BCE - se necessária - tem ajudado a diminuir os custos de financiamento da Espanha. Os rendimentos dos títulos soberanos espanhóis de 10 anos estão agora em cerca de 5,3 por cento, em comparação com mais de 7 por cento em julho passado.

"O BCE só pode considerar OMTs se houver grandes problemas na condução da política monetária e se houver uma condicionalidade estrita e eficaz aliada a um programa de Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês) apropriado", disse Draghi em seu discurso aos legisladores espanhóis, texto divulgado no site do BCE.

Depois de se reunir com os legisladores a portas fechadas por cerca de uma hora, Draghi disse que a Espanha estava no caminho certo para a recuperação econômica e que ele viu vários sinais positivos.

(Reportagem adicional de Paul Carrel em Frankfurt)