GM tem lucro abaixo da previsão, perdas na Europa pioram

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 15:07 BRST
 

DETROIT, 14 Fev (Reuters) - A General Motors teve lucro no quarto trimestre abaixo do previsto devido às maiores perdas na Europa e aos menores preços de veículos no mercado norte-americano, o principal para a montadora.

A maior fabricante de veículos dos Estados Unidos teve uma mudança contábil no quarto trimestre, para se mostrar confiante de que continuará rentável nos próximos anos.

O lucro foi de 0,48 por ação antes de itens extraordinários, 0,03 dólar por ação abaixo da previsão de analistas em pesquisa da Thomson Reuters I/B/E/S.

Os prejuízos na Europa somaram 699 milhões de dólares no trimestre e 1,8 bilhão em 2012, mais do que o dobro de 2011, refletindo a rápida piora da demanda por veículos e condições econômicas na Europa. Esse foi o 13o ano seguido de perdas no continente.

A GM prevê queda nas vendas de veículos em 2013 e "não apostaria" em uma melhora no fim do ano, segundo o vice-presidente financeiro Dan Ammann.

Durante o trimestre, os preços também caíram na América do Norte, o mais rentável mercado da GM, já que a montadora deu incentivos para diminuir os estoques de caminhões em concessionárias.

"(A queda de preços) está essencialmente tendo efeito em alguns estoques de alguns produtos que estão sendo substituídos nos estoques", afirmou Ammann.

O lucro líquido no quarto trimestre subiu para 892 milhões de dólares, ou 0,54 dólar por ação, ante 472 milhões, ou 0,28 dólar por ação, um ano antes.

O trimestre teve uma conversão de reserva fiscal de 34,9 bilhões de dólares referentes a ativos nos Estados Unidos e Canadá. Essa medida, adotada pela Ford no fim de 2011, mostra a confiança de que a GM está avançando.

A GM teve um gasto por imparidade de goodwill de 26,2 bilhões de dólares, uma baixa contábil de 5,2 bilhões em ativos na Europa e 2,2 bilhões em gastos pela decisão de cortar as obrigações com pensão nos Estados Unidos.

(Por Ben Klayman e Deepa Seetharaman)