Vodafone demite 620 funcionários na Espanha

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013 12:18 BRST
 

MADRI, 14 Fev (Reuters) - A operadora britânica de telefonia celular Vodafone disse que chegou a um acordo com sindicatos de trabalhadores para demitir 620 funcionários na sua unidade da Espanha, país atingido pela recessão.

Muitas companhias na Espanha, onde a taxa de desemprego já está em 26 por cento, estão demitindo funcionários para cortar custos. O governo de centro-direita, em meio a um programa de austeridade para reduzir o déficit, adotou medidas para tornar mais fácil demissões e contratações no mercado de trabalho.

Os cortes de emprego na Vodafone são menores que o máximo de 1 mil empregos inicialmente esperados, mas estão em linha com a intenção da companhia de corte de cerca de 650 pessoas, conforme informou o sindicato no mês passado.

"O acordo alcançado limita o número de corte de empregos em 620 enquanto alguns serviços devem ser terceirizados, afetando até 130 empregos", disse a Vodafone em comunicado depois de finalizadas as negociações na quinta-feira.

A empresa listada em Londres, que emprega cerca de 4 mil pessoas na Espanha, disse que as condições de trabalho para 150 trabalhadores também irão mudar e que 400 funcionários não receberão mais tickets de refeição isentos de impostos.

A empresa disse que as demissões eram necessárias para dar "viabilidade" à companhia e liberar recursos para investimentos e infraestrutura de rede.

(Reportagem de Clare Kane)