Ações filipinas e australianas atingem novos picos

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 08:10 BRT
 

TÓQUIO, 19 Fev (Reuters) - As ações filipinas e australianas atingiram novas máximas nesta terça-feira, mas outros papéis asiáticos tiveram desempenhos mistos, com preocupações sobre o risco de um resultado inconclusivo nas eleições italianas e com as negociações orçamentárias nos Estados Unidos limitando ganhos após o forte rali no início de fevereiro.

"Os mercados ficaram sobrecarregados depois do rali do começo de fevereiro devido a sinais de recuperação econômica nos Estados Unidos e na Europa, e investidores agora esperam novos fatores para puxar os preços para cima novamente", afirmou o economista sênior do Mitsubishi UFJ Research and Consulting em Tóquio, Tomomichi Akuta.

Às 7h55 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão tinha leve alta de 0,03 por cento. Mais cedo, o índice atingiu o maior nível em 18 meses e meio. O indicador já ganhou 3,5 por cento este ano.

As ações nas Filipinas, onde um forte crescimento econômico levou a um aumento de interesse dos investidores no país como destino de investimento, atingiram um recorde. O índice tailandês subiu 0,58 por cento, após dados mostrarem números robustos de crescimento no quarto trimestre.

As ações australianas encerraram em alta de 0,36 por cento, dando continuidade ao recente rali devido a resultados corporativos melhores do que as expectativas.

O índice Nikkei do Japão caiu 0,31 por cento, depois de avançar na segunda-feira para se aproximar do maior nível desde setembro de 2008, de 11.498,42 pontos atingido em 6 de fevereiro.

Em Hong Kong, houve desvalorização de 1,02 por cento, enquanto Cingapura teve alta de 0,23 por cento. A bolsa de Xangai caiu 1,60 por cento e Taiwan subiu 0,22 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi; reportagem adicional de Melanie Burton em Cingapura)