Usiminas pode vender Automotiva no 1o semestre

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 13:56 BRT
 

SÃO PAULO, 19 Fev (Reuters) - A Usiminas pode vender sua divisão de produção de cabines de caminhões, Automotiva, no primeiro semestre deste ano, em meio à meta da companhia de reduzir o endividamento e se concentrar em operações centrais para produção de aço.

A companhia encerrou 2012 com prejuízo anual de 531 milhões de reais, o primeiro em mais de uma década , e espera reduzir o nível de endividamento de 4,7 vezes sua geração de caixa para nível abaixo de 3 vezes ao final de 2013.

Para isso, entre medidas de redução de custo, a companhia quer acelerar a venda de ativos não essenciais para a produção de aço, incluindo imóveis e também a Automotiva Usiminas.

"A Usiminas espera concretizar durante o primeiro semestre de 2013 algumas vendas de ativos não essenciais e não operacionais, como também operacionais, como é o caso da Automotiva Usiminas", afirmou o presidente da maior produtora de aços planos do país, Julián Eguren.

Segundo o vice-presidente financeiro da empresa, Ronald Seckelmann, a Usiminas mantém algumas negociações em andamento sobre venda de ativos, mas evitou citar valores. O diretor vice-presidente de subsidiárias, Paolo Felice Basseti, acrescentou:

"A Automotiva é um cliente da Usiminas e está pronta e posicionada para subir a outro patamar e para fazer isso necessita naturalmente de uma companhia que possa ajudá-la a se desenvolver e considera a Automotiva como parte do núcleo de seus negócios."

Segundo Basseti, a Automotiva, que foi reestruturada em 2012 em meio a um tombo de 20 por cento nas vendas de caminhões, teve margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) entre 13 e 14 por cento nos últimos seis meses. "Achamos que para o setor em que a Usiminas está atuando é razoável", disse Basseti.

Em dezembro, Eguren já havia comentado que a Usiminas estava aberta a joint-ventures ou venda da unidades e citou ainda a Usiminas Mecânica, que atua em segmentos como estruturas metálicas e produção de vagões ferroviários .

As ações da Usiminas, que chegaram a operar em baixa após a divulgação dos resultados, exibiam alta de 0,8 por cento às 12h59, enquanto o Ibovespa mostrava ganho de 0,4 por cento.   Continuação...