FBI investiga negociações com informações privilegiadas de Heinz

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 19:52 BRT
 

Por Emily Flitter

NOVA YORK, 19 Fev (Reuters) - O FBI está investigando possíveis negociações com informações privilegiadas de opções da fabricante de ketchup H.J. Heinz antes de a empresa firmar acordo na semana passada para ser adquirida por Warren Buffett e pela brasileira 3G Capital, disse um porta-voz do órgão nesta terça-feira.

A Berkshire Hathaway, de Buffett, e a 3G disseram na quinta-feira passada que vão comprar a Heinz por 23 bilhões de dólares em dinheiro. Quase imediatamente, operadores dos mercados de opções notaram que houve atividade extremamente incomum no dia antes de o acordo ser anunciado.

Na sexta-feira, a Securities and Exchange Commission (SEC) --órgão regulador dos mercados de capitais norte-americanos-- registrou um processo contra operadores desconhecidos que, segundo a SEC, utilizaram uma conta do Goldman Sachs na Suíça para negociar com supostas informações privilegiadas sobre a transação.

Nesta terça-feira, o FBI disse que vai participar do processo.

"O FBI está ciente das anomalias com negociações que ocorreram um dia antes do anúncio da Heinz", disse um porta-voz. "O FBI está realizando consultas com a SEC para determinar se um crime foi cometido".

Uma porta-voz do grupo de investidores recusou-se a comentar sobre o envolvimento do FBI. Um porta-voz do Goldman Sachs disse que o banco está cooperando com as investigações de autoridades.

Autoridades suíças já disseram que não receberam pedido de auxílio às investigações norte-americanas.