Ações asiáticas atingem máxima em 18 meses com esperanças de crescimento

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 08:05 BRT
 

TÓQUIO, 20 Fev (Reuters) - As ações asiáticas subiram para os maiores níveis desde agosto de 2011 nesta quarta-feira, após uma melhora nas perspectivas da economia global alimentar o apetite por risco do investidor.

As ações asiáticas estão com tendência de alta ao passo que os riscos da crise da dívida da zona do euro e o impasse fiscal nos Estados Unidos diminuíram, e sinais de recuperação surgiram nas principais economias, incluindo a China. Resultados corporativos também têm sido, em geral, positivos.

"A tendência continuou para cima para os mercados acionários na Ásia hoje, com guias sólidos o suficiente da Europa e dos Estados Unidos para manter os operadores com a intenção de comprar", afirmou o operador sênior do CMC Markets, Tim Waterer.

Às 7h54 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,95 por cento, em alta pelo terceiro dia seguido, liderado por um ganho de 2,13 por cento no setor de tecnologia.

O índice já avançou cerca de 4,3 por cento no ano até o momento.

O índice Nikkei do Japão encerrou em alta de 0,84 por cento, no maior nível de fechamento desde o final de setembro de 2008.

O índice de Seul encerrou em alta de 1,95 por cento, o mercado avançou 0,71 por cento em Hong Kong e a bolsa de Taiwan ganhou 0,86 por cento. O índice referencial de Xangai apreciou-se 0,60 por cento, Cingapura expandiu 0,40 por cento, enquanto Sydney fechou com valorização de 0,33 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi; reportagem adicional de Masayuki Kitano em Cingapura e Thuy Ong em Sydney)