21 de Fevereiro de 2013 / às 23:00 / 5 anos atrás

América Latina impulsiona lucro do Casino em 2012

Por Dominique Vidalon

PARIS, 21 Fev (Reuters) - A varejista francesa Casino previu nesta quinta-feira mais crescimento nas vendas e no lucro em 2013, após um salto de 30 por cento no lucro operacional de 2012, quando robusto crescimento na América Latina e Ásia compensou o fraco mercado local.

O Casino, que controla a maior varejista do Brasil, o Grupo Pão de Açúcar, disse que Brasil, Vietnã, Tailândia e Colômbia vão liderar o crescimento, enquanto pretende estabilizar as vendas em queda nos supermercados franceses com corte de preços.

"O Casino perseguirá sua estratégia voltada para a França e crescimento orgânico internacional, enquanto trabalha para manter sua estrutura financeira", afirmou o presidente de Conselho de Administração e presidente-executivo, Jean-Charles Naouri, em comunicado.

O Casino vem se expandindo na Tailândia, Brasil, Vietnã e Colômbia, mercados emergentes de rápido crescimento que agora respondem por 56 por cento das vendas e 66 por cento do lucro, enquanto os gastos dos consumidores estão sob pressão na Europa em decorrência da crise da zona do euro.

O grupo, que compete com Carrefour e as redes não listadas Leclerc, Intermarche e Auchan, afirmou que tem meta de grande expansão em vendas e lucro neste ano.

O grupo estimou também nível de endividamento abaixo de 2 vezes o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), ante 1,91 no fim de 2012.

Naouri disse em coletiva de imprensa que por enquanto o Casino não planeja operar em novos mercados emergentes neste ano, e que não descartava "movimentos estratégicos" na Colômbia, que mais uma vez ele descreveu como a plataforma de expansão do Casino na América Latina.

No Brasil, o segundo maior mercado do Casino depois da França, as perspectivas de crescimento são fortes, com a aceleração da expansão do Grupo Pão de Açúcar no varejo de alimentos.

Ao comentar a especulação da imprensa brasileira de que Abilio Diniz, presidente do Conselho do Pão de Açúcar, poderia buscar o mesmo cargo na Brasil Foods, Naouri disse que tal movimento "seria obviamente conflito de interesse", à medida em que a Brasil Foods era o principal fornecedor do Pão de Açúcar.

Embora não haja nada no acordo de acionistas de Diniz com o Casino que o proíba de fazer tal movimento, Naouri disse esperar que "os princípios de ética e governança prevaleçam".

Um porta-voz de Diniz em Paris se recusou a comentar.

POTENCIAL CONFLITO

Diniz e Naouri estão em desacordo nos últimos anos depois que o magnata brasileiro, cuja família fundou o Pão de Açúcar, tentou orquestrar uma fusão com o Carrefour, principal rival do Casino.

Em junho, o Casino assumiu o controle do Pão de Açúcar e Diniz se manteve como presidente do Conselho. Há especulações de que o Casino possa tentar usar esse novo conflito potencial para excluir Diniz para sempre.

O Casino registrou lucro operacional no fechado do ano de 2,002 bilhões de euros (2,68 bilhões de dólares), ante previsão da empresa de ganho de 1,94 bilhão.

O lucro com operações internacionais subiu 64,9 por cento, enquanto na França os ganhos no ano caíram 8,6 por cento.

O resultado foi divulgado um dia depois que o Pão de Açúcar anunciou lucro de 1,156 bilhão de reais para 2012, crescimento de 60,7 por cento sobre 2011

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below