Demanda por voos no Brasil em janeiro cai 1,04%--Anac

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 17:06 BRT
 

SÃO PAULO, 22 Fev (Reuters) - A demanda doméstica por voos teve uma queda de 1,04 por cento em janeiro deste ano, ante igual período de 2012, sendo a primeira redução para o período desde 2004, segundo informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta sexta-feira.

"A redução de demanda doméstica em janeiro é a primeira para o período desde 2004, e ocorreu após uma série de crescimento de 44 meses consecutivos, considerando as variações dessa demanda em todos os meses", informou a Anac, em nota.

A oferta doméstica também teve queda na mesma base de comparação, de 6,87 por cento, sendo a primeira redução para o mês em oito anos.

Com a queda na oferta mais intensa que da demanda, a taxa de ocupação teve aumento, passando de 74,71 por cento em janeiro de 2012 para 79,39 por cento no primeiro mês deste ano.

Segundo a Anac, essa é a melhor taxa de ocupação doméstica para janeiro desde o início da série, em 2000.

Entre as empresas, Avianca e a Trip tiveram as maiores taxas de crescimento da demanda doméstica em janeiro, de 33,74 por cento e 29,09 por cento, respectivamente.

As duas empresas também registraram o maior crescimento na participação de mercado doméstico em relação a janeiro de 2012. O market share da Avianca passou de 4,64 para 6,27 por cento, enquanto a Trip passou de 4,07 para 5,31 por cento.

VOOS INTERNACINAIS

Entre os voos internacionais, a demanda dos passageiros brasileiros cresceu 9,56 por cento no primeiro mês do ano, na comparação com janeiro de 2012, enquanto a oferta subiu 20,39 por cento. "Os níveis de demanda e de oferta são os maiores desde o início da série, em 2000", informou a Anac.

A taxa de ocupação, por outro lado, caiu de 84,53 por cento para 76,93 por cento, na mesma base de comparação.

(Por Roberta Vilas Boas)