Brasil se mantém como 3o mercado para IPOs em 2012, diz Ernst & Young

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 17:23 BRT
 

22 Fev (Reuters) - O Brasil permaneceu em terceiro lugar entre os países de interesse de investidores em ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) em 2012, de acordo com levantamento da consultoria Ernst & Young divulgado nesta sexta-feira.

Os Estados Unidos lideraram a lista, com 51 por cento da preferência dos entrevistados, seguidos de China e Hong Kong (37,5 por cento), segundo a pesquisa Institucional Investor Survey, da Ernst & Young. O Brasil ficou com 33,2 por cento.

O levantamento anterior, feito em 2009, mostrava o País também em terceiro lugar, com fatia de 32 por cento da preferência dos investidores entrevistados. Os Estados Unidos, na ocasião, eram os primeiros (48 por cento), seguidos do Reino Unido (37 por cento)-- que na pesquisa mais recente apareceu em quinto, com 19,7 por cento da preferência.

O estudo concluiu que 82 por cento dos entrevistados investiram em pré-IPOs e IPOs em 2012, ante 18 por cento em 2010 e 2011.

Para 2013, as expectativas dos investidores institucionais são positivas e se baseiam na "melhora das perspectivas para lucros corporativos e do cenário macroeconômico, somadas a maior estabilidade no mercado de ações", segundo nota.

Entre os principais setores de apelo em todas as regiões, os serviços financeiros foram considerados por 51 por cento dos investidores entre suas três principais alternativas.

Em segundo lugar, aparece o mercado de varejo (35 por cento), seguido por bens de consumo (27 por cento), petróleo e gás (26 por cento), e tecnologia (21 por cento).

A pesquisa foi realizada em dezembro e ouviu mais de 300 investidores.

(Por Juliana Schincariol, no Rio de Janeiro)