Carne de cavalo na França tinha substância proibida

sábado, 23 de fevereiro de 2013 17:45 BRT
 

PARIS, 23 Fev (Reuters) - Carne de três carcaças de cavalo contaminadas com uma droga proibida entraram na cadeia alimentar humana na França, mas não há nenhum perigo para as pessoas, disse o ministro da Fazenda francês, no sábado.

A carne que veio de um lote de seis carcaças britânicas tinha traços de fenilbutazona, um analgésico anti-inflamatório para cavalos usados em esportes e proibido para animais destinados ao consumo humano.

O ministro da Agricultura da França, Stephan Le Foll, disse que não há perigo para a saúde pública. "Seria necessário comer 500 hambúrgueres de cavalo todos os dias, para correr algum risco", declarou a repórteres.

As seis carcaças chegaram em janeiro à uma empresa no norte da França especializada em produtos de carne de cavalo. Três foram interceptadas a tempo.

(Por Sybille de la Hamaide e Elizabeth Pineau)