Ações asiáticas se recuperam após Bernanke acalmar as tensões

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 08:14 BRT
 

Por Chikako Mogi

TÓQUIO, 27 Fev (Reuters) - As ações asiáticas se recuperaram nesta quarta-feira, desenvolvendo força suficiente com os dados sólidos dos Estados Unidos e a rededicação do Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, ao estímulo monetário para levar o impasse político na Itália adiante.

Às 7h54 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,43 por cento após queda de 1,2 por cento para uma mínima de sete semanas na sessão anterior, liderado por um aumento de 0,66 por cento nas ações australianas.

"Com eventos durante a noite nos EUA fornecendo tranquilidade, o índice australiano foi capaz de novamente avançar," disse Tim Waterer, operador da CMC Markets.

O chairman do Fed, Ben Bernanke, defendeu fortemente a compra de títulos pelo banco central norte-americano perante o Congresso na terça-feira, acalmando as preocupações de que autoridades monetárias podem estar ficando receosas.

As eleições italianas, por sua vez, não deram maioria para nenhum partido político, apresentando a ameaça de uma instabilidade prolongada na terceira maior economia da zona do euro e possivelmente reiniciando a atual crise de dívidas do bloco.

O índice acionário Nikkei do Japão fechou em baixa de 1,27 por cento, uma vez que o iene se firmou e prejudicou exportadores.

O índice de Seul encerrou em alta de 0,2 por cento. O mercado subiu 0,25 por cento em Hong Kong e a bolsa de Taiwan ganhou 0,22 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai avançou 0,87 por cento. Cingapura avançou 0,21 por cento.

(Reportagem adicional de Thuy Ong em Sydney)