Vale tem prejuízo no 4o tri; lucro despenca em 2012

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 23:25 BRT
 

Por Sabrina Lorenzi e Jeb Blount

RIO DE JANEIRO, 27 Fev (Reuters) - O lucro da Vale em 2012 despencou 74,2 por cento em relação ao resultado de 2011, em meio a preços mais baixos do minério de ferro ao longo do ano passado e a fatores contábeis e extraordinários que resultaram em prejuízo de mais de 5 bilhões de reais no quarto trimestre.

O lucro líquido da segunda maior mineradora do mundo foi de 9,734 bilhões de reais em 2012, considerando ajustes de ativos e outras baixas contábeis. Em 2011, a mineradora registrou lucro líquido recorde de 37,814 bilhões de reais.

Nas palavras do presidente da Vale, Murilo Ferreira, os ajustes tiveram o propósito de dar transparência aos resultados da companhia. As baixas ou "impairments", considerando ativos e investimentos, somaram 12,2 bilhões de reais, segundo o balanço da companhia.

Apesar de não afetarem o resultado operacional da companhia, essas baixas devem ser declaradas de acordo com regras de contabilidade aceitas no Brasil (BR GAAP), informou a Vale nesta quarta-feira ao mercado.

"Se necessário, faremos novos ajustes", disse o executivo nesta quarta-feira a jornalistas, logo após a divulgação do resultado da companhia.

O lucro líquido básico de 2012, que exclui tais itens não recorrentes, foi de 22,18 bilhões de reais, equivalente a 4,34 reais por ação diluído, uma queda de 43,4 por cento ante o lucro básico de 2011.

A Vale havia anunciado em dezembro que faria no último balanço do ano uma baixa contábil de 4,2 bilhões de dólares, cerca de 8,3 bilhões de reais, resultante da reavaliação da mina de níquel Onça Puma, no Pará, e da redução do valor de mercado de uma participação na norueguesa Norsk Hydro.

Mas a faxina contábil ficou acima do esperado, o que pode agradar o mercado, apesar do prejuízo do quarto trimestre.   Continuação...