Bolsas dos EUA fecham em alta puxados por empresas de saúde

terça-feira, 2 de abril de 2013 18:06 BRT
 

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK, 2 Abr (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em alta nesta terça-feira, ainda que distantes das máximas da sessão, com maiores pagamentos do governo a algumas empresas de saúde motivando alta de ações do setor.

O índice Dow Jones subiu 0,61 por cento, para 14.662 pontos. O Standard & Poor's 500 avançou 0,52 por cento, para 1.570 pontos. O Nasdaq ganhou 0,48 por cento, a 3.254 pontos.

O S&P 500 fechou em mais uma alta recorde. O Dow Jones também encerrou em uma alta histórica. O S&P 500 passa a acumular com isso alta de 10,1 por cento desde o início do ano.

O governo norte-americano descartou planos de cortar pagamentos em nome de seguradores privados Medicare Advantage, e disse em vez disso que permitirá um aumento de 3,3 por cento.

A notícia fortaleceu ações de algumas empresas de saúde, incluindo a Humana , que tem cerca de dois terços da receita ligados ao Medicare Advantage. O papel disparou 5,5 por cento e registrou uma das maiores altas percentuais entre as ações incluídas no S&P 500. A ação da UnitedHealth ganhou 4,7 por cento.

"Eles não esperavam esse resultado. Vai ajudar seu lucro", disse o estrategista de mercado do Prudential Financial, Quincy Krosby.

Dados mais fortes dos EUA têm ajudado as ações norte-americanas a avançar desde o início do ano. Nesta terça-feira, dados mostraram que encomendas de fábricas dos EUA subiram 3 por cento em fevereiro, levemente acima das expectativas. Esse indicador veio após uma leitura fraca da indústria dos EUA na segunda-feira, o que desencadeou queda nas ações.