June 20, 2013 / 6:59 PM / in 4 years

Galeazzi deixa Conselho do do Pão de Açúcar--fonte

4 Min, DE LEITURA

Por Cesar Bianconi

SÃO PAULO, 20 Jun (Reuters) - O executivo Claudio Galeazzi deixou o Conselho de Administração do Pão de Açúcar nesta quinta-feira, por estar desconfortável com alegações do controlador da varejista, o Casino, de conflito de interesse por seus serviços de consultoria à produtora de alimentos BRF.

"Eu imaginava que passaria ao largo do conflito entre os principais acionistas (do Grupo Pão de Açúcar), de forma a poder dedicar-me plenamente à defesa dos interesses da empresa", escreveu Galeazzi em carta endereçada ao chairman da varejista, Abilio Diniz, obtida pela Reuters com uma fonte.

Abilio transferiu o controle do Pão de Açúcar ao Casino no meio do ano passado, mas continuou como chairman, como previsto no acordo de acionistas.

A relação de Abilio e Casino é delicada desde que o empresário tentou unir o Pão de Açúcar ao Carrefour no Brasil dois anos atrás. O clima se deteriorou com a eleição de Abilio para presidir o Conselho da BRF, em abril deste ano.

O Casino vê conflito de interesse pelo fato de o Pão de Açúcar ser o principal cliente da BRF no Brasil. Abilio nega conflito porque, como chefe dos Conselhos de ambas as companhias, ele não interfere em questões operacionais.

O Casino informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o grupo francês perguntou a Galeazzi sobre a natureza dos serviços prestados por ele à BRF, mas o executivo se recusou a responder. Galeazzi, segundo o Casino, deixou o Pão de Açúcar sem prestar esses esclarecimentos.

Galeazzi --que é sócio do BTG Pactual e já presidiu o Pão de Açúcar anos atrás, quando liderou uma reorganização da companhia-- foi indicado por Abilio ao Conselho da varejista no começo de fevereiro.

"Desde que assumi o cargo de conselheiro (...) insinuações têm sido formuladas a meu respeito, inclusive explorando minha relação profissional com a BRF", prosseguiu ele na carta em que colocou o cargo à disposição.

"Não há nenhum impedimento para o exercício de meu cargo como conselheiro (do Pão de Açúcar)... Minha relação profissional com a BRF... de forma alguma deixou-me em situação de conflito de interesses com a companhia", disse.

A saída de Galeazzi foi oficializada em reunião do Conselho do Pão de Açúcar que acontece nesta tarde. Abilio está avaliando nomes para indicar um novo membro ao Conselho da varejista, segundo a fonte.

Na reunião, Abilio lamentou a saída de Galeazzi, afirmando ser uma "enorme perda" para o Pão de Açúcar, que "decorre, unicamente, do comportamento abusivo e egoístico do Casino".

"O Casino tudo fez para constranger e prejudicar a atuação do conselheiro Galeazzi nesta companhia, seja no Conselho, seja nos Comitês. E o fez por conta de um único objetivo: tentar conquistar pontos no litígio que trava comigo, deixando em segundo plano o interesse (do Pão de Açúcar)", segundo manifestação do empresário ao Conselho também obtida pela Reuters.

No começo de maio, o grupo francês encaminhou pedido arbitral à Câmara de Comércio Internacional contra Abilio por ele acumular as presidências dos Conselhos de Pão de Açúcar e BRF.

"Essa postura do Casino é inadmissível e intolerável, já sendo perceptíveis e bem significativos os efeitos deletérios que tem causado para o desempenho do Pão de Açúcar", acrescentou Abilio.

A Reuters tentou entrar em contato com representantes de Galeazzi e do Pão de Açúcar, mas não obteve retorno.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below