Galeazzi deixa Conselho do do Pão de Açúcar--fonte

quinta-feira, 20 de junho de 2013 18:55 BRT
 

Por Cesar Bianconi

SÃO PAULO, 20 Jun (Reuters) - O executivo Claudio Galeazzi deixou o Conselho de Administração do Pão de Açúcar nesta quinta-feira, por estar desconfortável com alegações do controlador da varejista, o Casino, de conflito de interesse por seus serviços de consultoria à produtora de alimentos BRF.

"Eu imaginava que passaria ao largo do conflito entre os principais acionistas (do Grupo Pão de Açúcar), de forma a poder dedicar-me plenamente à defesa dos interesses da empresa", escreveu Galeazzi em carta endereçada ao chairman da varejista, Abilio Diniz, obtida pela Reuters com uma fonte.

Abilio transferiu o controle do Pão de Açúcar ao Casino no meio do ano passado, mas continuou como chairman, como previsto no acordo de acionistas.

A relação de Abilio e Casino é delicada desde que o empresário tentou unir o Pão de Açúcar ao Carrefour no Brasil dois anos atrás. O clima se deteriorou com a eleição de Abilio para presidir o Conselho da BRF, em abril deste ano.

O Casino vê conflito de interesse pelo fato de o Pão de Açúcar ser o principal cliente da BRF no Brasil. Abilio nega conflito porque, como chefe dos Conselhos de ambas as companhias, ele não interfere em questões operacionais.

O Casino informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o grupo francês perguntou a Galeazzi sobre a natureza dos serviços prestados por ele à BRF, mas o executivo se recusou a responder. Galeazzi, segundo o Casino, deixou o Pão de Açúcar sem prestar esses esclarecimentos.

Galeazzi --que é sócio do BTG Pactual e já presidiu o Pão de Açúcar anos atrás, quando liderou uma reorganização da companhia-- foi indicado por Abilio ao Conselho da varejista no começo de fevereiro.

"Desde que assumi o cargo de conselheiro (...) insinuações têm sido formuladas a meu respeito, inclusive explorando minha relação profissional com a BRF", prosseguiu ele na carta em que colocou o cargo à disposição.   Continuação...