Vendas de novos softwares da Oracle crescem 1% e desapontam

quinta-feira, 20 de junho de 2013 18:11 BRT
 

Por Noel Randewich

SÃO FRANCISCO, 20 Jun (Reuters) - A Oracle Corp divulgou nesta quinta-feira aumento de 1 por cento para 4 bilhões de dólares nas vendas de novos softwares e subscrições de softwares baseados na Internet no trimestre, no piso das suas próprias projeções, o que provocou uma queda nos papéis da empresa.

A empresa, terceira maior produtora de softwares do mundo, tinha previsto alta de 1 a 11 por cento nas novas licenças de softwares e receitas com subscrições em nuvem.

Investidores acompanham as vendas de novos softwares porque elas geram alta margem, contratos de longo prazo e são um importante indicador de ganhos futuros.

A empresa disse ainda que dobrou seus dividendos trimestrais para 12 centavos de dólar por ação. A empresa disse pediu para listar suas ações na New York Stock Exchange e que poderia ainda sair da Nasdaq.

No geral, a receita da Oracle ficou inalterada em 10,9 bilhões de dólares, abaixo da previsão dos analistas de 11,122 bilhões de dólares, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

O lucro líquido GAAP subiu 10 por cento, para 3,8 bilhões de dólares, ou 80 centavos por ação. O lucro ajustado por ação foi de 87 centavos.

As ações da empresa de software caíram 4,67 por cento, para 31,64 dólares nas negociações pós-pregão, após terem fechado em queda de 2,58 por cento na Nasdaq.