Rosneft aumentará envio de petróleo à China em acordo de US$270 bi

sexta-feira, 21 de junho de 2013 09:29 BRT
 

SÃO PETERSBURGO, Rússia, 21 Jun (Reuters) - A petrolífera estatal russa Rosneft anunciou nesta sexta-feira que vai dobrar as exportações de petróleo para a China, em um acordo avaliado em 270 bilhões de dólares, em uma mudança de foco da companhia para a Ásia ante mercados em crise na Europa.

A Rosneft vai fornecer à China 300 mil barris por dia durante 25 anos, a partir da segunda metade da década, além dos 300 mil barris diários (bpd) já fornecidos para a China atualmente.

"A estimativa do valor do negócio é de 270 bilhões de dólares", afirmou a jornalistas o chefe da Rosneft, Igor Sechin, um poderoso aliado do presidente russo, Vladimir Putin. O acordo pode marcar um dos maiores negócios de fornecimento de petróleo da história da Rússia, maior produtor mundial da commodity.

O ritmo de mudança nos padrões das exportações da Rússia tem sido dramático, transferindo enormes volumes da Europa em apenas cinco anos.

A Rússia já está exportando cerca de 750 mil barris para a Ásia por dia, ou 17 por cento de suas exportações totais de 4,4 milhões de bpd.

Segundo Putim, a Rosneft vai assegurar um pagamento antecipado de 70 bilhões de dólares da China como parte do acordo que vai elevar as exportações de petróleo ao país asiático.

(Por Vladimir Soldatkin)