Petroquímica Providência contrata Lazard para avaliar alternativas

sexta-feira, 21 de junho de 2013 09:32 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A petroquímica Providência, que tem entre os principais acionistas o fundo norte-americano PineBridge e a família Constantino, dona da Gol, contratou o banco de investimento Lazard para avaliar "potenciais alternativas estratégicas".

Com sede no Paraná, a Providência fabrica não-tecidos, utilizados na produção de itens como fraldas. Em comunicado nesta sexta-feira, a empresa afirmou que nenhuma decisão ainda foi tomada a respeito de "potencial transação estratégica envolvendo a companhia, seus acionistas controladores, os valores mobiliários de emissão da companhia ou os seus ativos".

A PineBridge tem 19,6 por cento das ações ordinárias da Providência e o fundo de investimento em participações Volluto, da família Constantino, possui 17,43 por cento dos papéis. Participam ainda do grupo de controle a Angra Partners; com 13,8 por cento, o grupo português Espírito Santo; com 9,8 por cento, e Grupo Libra; com 5,8 por cento.

A Providência encerrou 2012 com lucro de 45 milhões de reais, com receita líquida de 608,6 milhões.

(Por Marcela Ayres)