Ações europeias atingem mínimas do ano

sexta-feira, 21 de junho de 2013 14:07 BRT
 

PARIS, 21 Jun (Reuters) - As ações europeias recuaram nesta sexta-feira em pregão com forte volume, chegando perto de mínimas em seis meses, uma vez que preocupações sobre a perpesctiva de redução do programa de estímulo dos Estados Unidos ainda afetaram os mercados em todo o mundo.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1 por cento, para 1.132 pontos, nível não visto desde o final de dezembro. O índice sofreu a maior queda semanal em mais de um ano, de 3,7 por cento.

O volume de negociação foi forte, impulsionado pelo vencimento de opções mensais e trimestrais e de futuros, o que exacerbou a volatilidade durante a sessão.

"Nós estamos em um ponto de virada, e ele veio antes do que investidores esperavam. A liquidez se tornou agora o principal foco para os mercados", afirmou o estrategista de alocação de ativos globais do Société Générale CIB, Roland Kaloyan.

As ações europeias começaram a cair na quinta-feira, depois que o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, confirmou que o banco central norte-americano irá começar a diminuir o seu programa de estímulo ainda este ano, alimentando vendas generalizadas de ações ao redor do mundo, assim como nos mercados de renda fixa e commodities.

As ações de tecnologia ficaram entre as maiores quedas, com a fabricante alemã de softwares SAP caindo 2,9 por cento depois que a rival norte-americana Oracle registrou receitas piores do que o esperado pelo segundo trimestre seguido.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,7 por cento, a 6.116 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,76 por cento, para 7.789 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,11 por cento, a 3.658 pontos.   Continuação...