Conselho da Repsol considera oferta da Argentina sobre YPF, diz fonte

segunda-feira, 24 de junho de 2013 07:52 BRT
 

MADRI, 24 Jun (Reuters) - O Conselho da Administração da petrolífera espanhola Repsol vai estudar nesta semana uma compensação não financeira feita pelo governo argentino pela expropriação de sua participação majoritária na YPF, afirmou uma fonte com conhecimento do assunto.

"A Argentina fez uma oferta por meio da Pemex (acionista da Repsol) e o conselho deve avaliá-la na quarta-feira", afirmou a fonte nesta segunda-feira.

Uma fonte separada afirmou à Reuters que a Pemex, que detém 9,2 por cento da Repsol, tem agido como intermediária nas negociações sobre a YPF com a expectativa de ter uma participação no valioso campo argentino de Vaca Muerta.

O governo da Argentina assumiu controle sobre a YPF em maio de 2012, afirmando que o nível de investimento da Repsol na companhia era insuficiente. A Repsol abriu uma série de processos contra a expropriação.

Analistas do Bankia Bolsa afirmaram que a Repsol disse a eles que a oferta da YPF é avaliada em 5 bilhões de dólares, incluindo uma participação de 47 por cento em uma joint-venture para desenvolver uma pequena porção de Vaca Muerta e 1,5 bilhão de dólares em bônus da Argentina, bem abaixo do que vem cobrando a Repsol.

(Por Tracy Rucinski, Carlos Ruano e Andres Gonzalez)