Ações asiáticas recuam por preocupação com China e Fed

segunda-feira, 24 de junho de 2013 08:06 BRT
 

Por Chikako Mogi

TÓQUIO, 24 Jun (Reuters) - As ações chinesas arrastaram as bolsas asiáticas para nova mínima de nove meses e meio nesta segunda-feira, devido às preocupações de investidores sobre a estabilidade financeira e econômica de Pequim e à dificuldade dos mercados de precificar o plano do banco central dos Estados Unidos de reduzir seu estímulo ainda neste ano.

Às 7h42 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 1,97 por cento, para o menor nível desde o início de setembro, após registrar a pior semana desde maio de 2012 com uma queda de 4,5 por cento na semana passada.

As ações do setor bancário da China lideraram a espiral de queda depois de notícias oficiais no fim de semana sugerindo que Pequim continuará a lidar com os riscos do sistema bancário sem regulação.

O BC chinês exacerbou o nervosismo ao dizer que a liquidez no sistema financeiro do país é "razoável". Ele também prometeu "ajustar" a política monetária "prudente" existente.

As ações de Hong Kong recuaram 2,22 por cento e as de Xangai despencaram 5,30 por cento. O subindice financeiro de Xangai perdeu 7,37 por cento, na pior perda diária desde novembro de 2008.

"Acho que o mercado está esperando que 'ajuste' signifique um aperto da liquidez no futuro, especialmente depois da maneira como a mídia oficial falou sobre o sistema financeiro sem regulação durante o fim de semana", disse o chefe de pesquisa do Huaxi Securities Cao Xuefeng.

As ações australianas perderam 1,47 por cento, pressionadas pelas preocupações com a desaceleração do crescimento na China, seu principal mercado de exportação.,

Um iene mais fraco ajudou a elevar o índice Nikkei do Japão no início do pregão, mas ele devolveu os ganhos e fechou em queda de 1,26 por cento, uma vez que os investidores permaneceram nervosos após a fuga desordenada do mercado global na semana passada e a nova queda nas ações chinesas.

O mercado sul-coreano teve queda de 1,31 por cento, enquanto a bolsa de Taiwan recuou 0,45 por cento e Cingapura retrocedeu 1,60 por cento.

(Reportagem adicional de Tomo Uetake em Tóquio e Clement Tan em Hong Kong)