BCE ainda está longe de encerrar política acomodativa, diz Coeure

terça-feira, 25 de junho de 2013 09:08 BRT
 

Por Marc Jones

LONDRES, 25 Jun (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) está longe de encerrar sua política monetária acomodativa e manterá a mente aberta acerca de novas medidas que pode implantar se necessário, afirmou nesta terça-feira a autoridade do BCE Benoit Coeure.

As declarações de Coeure mostram que o BCE ainda não está pronto para seguir o exemplo do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, o primeiro BC entre os maiores do mundo a divulgar um plano de saída para suas medidas de política ultrafrouxas.

Embora pressione os mercados para se preparar para um eventual aumento das taxas de juros e peça que autoridades façam progressos na união bancária europeia, Coeure deixou claro que o BCE não está prestes a reverter o seu curso.

Ele disse que o crescimento econômico da zona do euro deve ser fraco este ano e que a inflação deve "continuar claramente abaixo de 2 por cento".

"As várias medidas não-padrão que foram introduzidas pelo BCE para apoiar a transmissão de política monetária em certos segmentos do mercado continuarão por quanto tempo for necessário, e há outras medidas, padrão e não-padrão, que nós podemos introduzir se justificadas", disse ele em discurso em Londres.

"Não deve haver dúvidas de que nossa 'saída' está distante e que nossa política monetária continuará acomodativa."

O BCE deixou sua principal taxa de juros na mínima histórica de 0,5 por cento este mês e disse que discutiu uma série de opções que pode tomar se a zona do euro não sair da recessão este ano.

As discussões incluíram a possibilidade de levar a taxa de depósito de bancos para território negativo pela primeira vez --o que significa que o BCE cobraria bancos comerciais por fazerem depósitos de um dia no banco central, explicou Coeure.

"Nós temos nos preparado tecnicamente, também discutindo com participantes do mercado, portanto nós estamos tecnicamente prontos", acrescentou.

O banco central da zona do euro "irá olhar com a mente aberta para ferramentas de política monetária típicas e atípicas se justificadas pelas perspectivas de estabilidade de preços", afirmou Coeure.

 
Membro do Conselho Executivo do Banco Central Europeu (BCE), Benoit Coeure, durante entrevista com a Reuters em Frankfurt, Alemanha, 26 de fevereiro de 2013. O BCE está longe de encerrar sua política monetária acomodativa e manterá a mente aberta acerca de novas medidas que pode implantar se necessário, afirmou Coeure nesta terça-feira. REUTERS/Ralph Orlowski