Maioria das ações asiática se recupera após declarações do BC chinês

quarta-feira, 26 de junho de 2013 07:44 BRT
 

Por Chikako Mogi

TÓQUIO, 26 Jun (Reuters) - As ações asiáticas interromperam uma sequência de quatro dias de perdas e subiram nesta quarta-feira, depois que o banco central chinês garantiu que oferecerá fundos para os bancos se necessário, mas contínuas preocupações com um aperto do crédito e crescimento menor de empréstimos continuavam provocando vendas em Xangai.

As ações do setor financeiro caíram quase 2 por cento em Xangai, fazendo o índice japonês Nikkei encerrar em queda de 1,04 por cento depois de um início sólido, ofuscando dados positivos dos Estados Unidos que destacaram a recuperação no país.

As ações de Hong Kong subiram 2,43 por cento, mas os mercados em Xangai caíram mais uma vez, depois de terem recuado quase 7 por cento em dado momento da terça-feira, para o menor nível desde janeiro de 2009. O índice de Xangai terminou com queda de 0,41 por cento.

Às 7h40, o índice MSCI da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 1,71 por cento depois de ter caído ao menor nível em 11 meses na terça-feira, com as bolsas na Austrália, Coreia do Sul, Taiwan e Sudeste Asiático avançando.

O Banco Popular da China, banco central do país, afirmou na terça-feira que forneceu dinheiro para algumas instituições que estavam enfrentando escassez temporária e que continuará fazendo isso se necessário, buscando aliviar as tensões entre os investidores em meio à elevação das taxas no mercado de dinheiro que levantaram temores de uma crise bancária e fizeram as ações caírem.

O índice de Seul encerrou em leve alta de 0,16 por cento, a bolsa de Taiwan subiu 1,59 por cento, enquanto Cingapura ganhou 0,47 por cento. Sydney fechou com valorização de 1,63 por cento.

(Reportagem adicional de Ian Chua em Sydney Donny Kwok em Hong Kong e Luke Pachymuthu em Cingapura)