Taxa de retorno do trem-bala deve superar as de rodovias e ferrovias--fonte

quarta-feira, 26 de junho de 2013 19:07 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA, 26 Jun (Reuters) - O governo federal deverá concluir nesta semana o cálculo da taxa de retorno do projeto do trem-bala entre Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, disse à Reuters uma fonte do governo a par do assunto.

Segundo essa mesma fonte, que não informou o porcentual exato da taxa, o retorno do trem-bala deverá ser superior ao das rodovias e das ferrovias de carga cujas concessões o governo quer leiloar este ano.

"O trem de velocidade é o projeto que envolve mais riscos", disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

As novas concessões de rodovias terão taxa de retorno de 7,2 por cento, a exemplo do que já foi anunciado na minuta de edital de concessão das BRs 050 e 262.

No caso das ferrovias de carga e do trem-bala, a expectativa é de que a taxa de retorno fique entre 7 e 7,5 por cento, sendo que a o trem-bala terá uma taxa maior.

O leilão da primeira fase da concessão do trem-bala --na qual serão escolhidos a tecnologia e o operador do serviço-- deve ocorrer até 19 de setembro. As propostas dos interessados deverão ser apresentadas no dia 13 de agosto, segundo cronograma do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Segundo essa mesma fonte, se o governo federal também suspender reajuste de pedágios em rodovias concedidas isso será feito com contrapartidas, de modo a preservar o equilíbrio econômico dos contatos, nos mesmos moldes do que foi feito pelo governo de São Paulo.