Bovespa tem 3a alta seguida, mas deve ter pior semestre desde 2008

quinta-feira, 27 de junho de 2013 18:30 BRT
 

Por Danielle Assalve

SÃO PAULO, 27 Jun (Reuters) - A Bovespa teve o terceiro dia consecutivo de recuperação nesta quinta-feira, ajudada pela melhora do cenário externo, mas ainda assim não deve conseguir escapar de registrar seu pior semestre desde o ápice da crise financeira em 2008.

O Ibovespa subiu 0,93 por cento na sessão, a 47.609 pontos. O giro financeiro do pregão foi de 6,6 bilhões de reais, abaixo da média diária de 2013, de cerca de 7,9 bilhões de reais.

Os mercados encontraram espaço para recuperação nos últimos dias após dados da economia norte-americana e declarações de autoridades monetárias aliviarem temores de retirada iminente de estímulos à recuperação econômica global.

Nos últimos três pregões, o Ibovespa acumulou alta de 3,6 por cento, mas ainda assim amarga perda de 11,02 por cento em junho e de 21,89 por cento no ano, faltando apenas um pregão para o fechamento do semestre.

Essa deve ser a pior baixa semestral desde o segundo semestre de 2008, quando o índice derreteu mais de 42 por cento, sofrendo com os efeitos da crise financeira global.

"Não chegamos necessariamente ao fundo do poço", avaliou o gerente de renda variável da H.Commcor Corretora, Ariovaldo Santos, em São Paulo.

"As companhias estão enfrentando muitos desafios, que só serão conhecidos quando saírem os resultados do segundo trimestre", acrescentou, citando como exemplo o impacto do enfraquecimento do real para empresas brasileiras.

O desempenho do Ibovespa neste ano se destaca também por ser o pior dentre os principais mercados acionários globais, diante das persistentes preocupações sobre as perspectivas para a economia brasileira.   Continuação...