Copel deve pedir à Aneel prorrogação da suspensão do reajuste--fonte

sexta-feira, 28 de junho de 2013 14:05 BRT
 

BRASÍLIA, 28 Jun (Reuters) - A distribuidora de energia paranaense Copel deverá encaminhar na segunda-feira à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pedido para prorrogar por pelo menos mais 60 dias a suspensão do reajuste médio de 14,61 por cento nas tarifas da empresa, disse à Reuters uma fonte do governo do Paraná nesta sexta-feira.

Segundo essa mesma fonte, o prazo é necessário para que a Copel revise os números e proponha alternativas para o reajuste --que incluem desde a aplicação de descontos até o parcelamento do aumento.

A suspensão do reajuste foi solicitada pela própria Copel, que é controlada pelo governo do Paraná. A suspensão ocorre em meio a protestos populares em todo o Brasil que, entre outras coisas, questionam o preço de serviços públicos.

(Reportagem de Leonardo Goy)