Regulador bancário chinês: liquidez é ampla e riscos, administráveis

sábado, 29 de junho de 2013 13:24 BRT
 

Por Gabriel Wildau

XANGAI, 29 Jun (Reuters) - O principal regulador bancário da China disse neste sábado que a liquidez no sistema bancário chinês é suficiente e prometeu controlar os riscos com dívida de governos locais, o setor imobiliário e "shadow banking".

Apesar de turbulências que levaram os juros futuros a dispararem ao longo das duas últimas semanas, bancos têm reservas mais do que suficiente para suas necessidades, disse neste sábado o chairman da Comissão Regulatória Bancária Chinesa (CBRC, na sigla em inglês), Shang Fulin, em um fórum financeiro.

"Ao longo dos últimos dias, devido a fatores múltiplos, o problema de baixa liquidez apareceu no mercado. Mas, de maneira geral, a liquidez no nossos sistema bancário não é escassa", disse ele em discurso ao Fórum Lujiazui em Xangai.

Shang disse que as reservas em excesso totais no sistema bancário chinês totalizam 1,5 trilhão, o que segundo ele representa mais do que o dobro do montante necessário para necessidades de pagamento e liquidação.

Sobre a questão de qualidade de ativos bancários e, particularmente, a exposição de bancos a dívida local e ao mercado imobiliário, Shang reconheceu riscos, mas disse que eles são administráveis.

"Recentemente, algumas organizações internacionais e fontes da indústria expressaram preocupações com uma desaceleração no crescimento econômico chinês, dívida de governos locais, o mercado imobiliário e áreas relacionadas", afirmou Shang.

"Atualmente todos estão completamente cientes dos riscos. Contanto que adotemos medidas de controle de risco apropriadas, esses riscos são controláveis", emendou.