Indústria europeia mostra sinais de estabilização em junho--PMI

segunda-feira, 1 de julho de 2013 07:33 BRT
 

Por Jonathan Cable

LONDRES, 1 Jul (Reuters) - A atividade industrial europeia mostrou sinais de estabilização no mês passado e provavelmente crescerá neste trimestre depois de surgirem sinais encorajadores mesmo em membros menores da zona do euro, indicou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta segunda-feira.

Qualquer indicação de recuperação será comemorada pelo Banco Central Europeu (BCE), que está sob pressão para adotar mais medidas buscando ajudar a acabar rapidamente com a mais longa recessão na história do bloco.

O PMI final do Markit para a zona do euro subiu para uma máxima de 16 meses a 48,8 em junho, ante 48,3 em maio, pouco acima da leitura preliminar de 48,7 mas abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração pelo vigésimo-terceiro mês.

O índice que mede a produção saltou para 49,8, nível mais alto desde fevereiro de 2012, ante 48,8.

"A indústria da zona do euro está mostrando sinais bem-vindos de estabilização. Tanto a produção quanto as novas encomendas caíram pouco durante junho, e nessa trajetória um retorno ao crescimento para o setor está em aberto para o terceiro trimestre", disse o economista-chefe do Markit Chris Williamson.

A zona do euro está em recessão há um ano e meio e, de acordo com pesquisa da Reuters no mês passado, registrará um crescimento de apenas 0,2 por cento neste trimestre.

Dados da Alemanha, maior economia da Europa, mostraram que a produção industrial subiu em todos os meses deste ano com exceção de um. Na França, segunda maior economia da zona do euro, o índice de produção alcançou a máxima de 16 meses de 47,9.

"A produção subiu de novo tanto na Alemanha quanto na Holanda, mas é na 'periferia' onde vemos os sinais mais encorajadores. Retornos ao crescimento foram vistos na Irlanda e Itália, enquanto a taxa de declínio na Espanha diminuiu com força para um ritmo apenas marginal", disse Williamson.