IPC-S acelera alta para 0,35% em junho ante maio--FGV

segunda-feira, 1 de julho de 2013 08:41 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Jul (Reuters) - O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou ligeiramente para alta de 0,35 por cento em junho, depois de encerrar maio com elevação de 0,32 por cento, informou Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira.

Por outro lado, o indicador mostrou leve desaceleração na comparação com a terceira quadrissemana de junho, quando houve alta de 0,37 por cento.

Com este resultado, o IPC-S acumula ganho de 6,22 por cento nos últimos 12 meses, ante 5,96 por cento em maio.

O destaque na comparação com a terceira quadrissemana foram os grupos Alimentação, que desacelerou a alta para 0,02 por cento ante 0,20 por cento; e Vestuário, com avanço de 0,59 por cento após 0,71 por cento.

Por sua vez, registraram aceleração em suas taxas de variação nessa comparação os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,34 por cento para 0,48 por cento), Educação, Leitura e Recreação (de 0,23 por cento a 0,35 por cento), Habitação (de 0,64 por cento a 0,67 por cento), Transportes (de 0,29 por cento para 0,30 por cento), Comunicação (de 0,22 por cento para 0,23 por cento) e Despesas Diversas (de 0,14 por cento a 0,16 por cento).

O nível elevado de inflação resiste como fator de preocupação, influenciando na redução do poder de compra das famílias. Em junho, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) desacelerou a alta a 0,38 por cento, mas estourou o teto da meta do governo em 12 meses.

Na semana passada, o Banco Central piorou sua visão para o IPCA neste ano a 6,0 por cento, ante previsão anterior de 5,7 por cento. Apesar disso, o diretor de Política Econômica do BC, Carlos Hamilton Araújo, acredita que o IPCA fechará este ano abaixo dos 5,84 por cento registrados em 2012, destacando que o BC tem os instrumentos necessários para manter a inflação sob controle.

(Por Camila Moreira; Edição de Alexandre Caverni)