Herdeiro da Toyota ganha holofotes em esforço de marketing

segunda-feira, 1 de julho de 2013 10:10 BRT
 

NAGOYA, 1 Jul (Reuters) - Os executivos da Toyota pareciam, por vezes, compartilhar a personalidade dos carros mais vendidos da montadora --confiáveis e eficientes, mas também um pouco chatos e sem graça.

Isso está mudando. Nos últimos meses, o herdeiro da família fundadora e presidente da empresa, Akio Toyoda, emergiu das burocráticas sombras para apresentar-se como o maior vendedor da companhia, entusiasta de carros e alinhado com as tendências da moda.

Os esforços de marketing em torno de Toyoda são um passo não convencional para a companhia que é um ícone corporativo no Japão, onde o trabalho em equipe é valorizado acima do culto à personalidade.

Nas últimas semanas, Toyoda vestiu um macacão de corrida para dirigir o super carro Lexus LFA na corrida de 24 horas no circuito de Nürburgring na Alemanha, e apareceu em uma festa da Lexus em Nova York com uma gravata borboleta hipster e óculos retrô.

Para avançar, a Toyota também vem mexendo no seu lento processo de tomada de decisões. A companhia recentemente nomeou executivos não-japoneses para assumir centros regionais, dividindo o comando das operações em quatro diferentes times de negócios e nomeando vice-presidentes executivos para assumir três deles.

"O objetivo é que os executivos estejam próximos aos locais para ver por conta própria o que está acontecendo e tomar decisões rápidas", disse Toyota, de 57 anos, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Uma série de desastres, incluindo a crise com o recall de 2009, levaram a empresa a adotar uma radical mudança na sua imagem corporativa. A Toyota realizou o recall de milhões de veículos globalmente em função de problemas incluindo falha no acelerador e no design dos tapetes.

(Por Yoko Kubota)