Grécia e credores retomam discussões para liberação de empréstimos

segunda-feira, 1 de julho de 2013 10:14 BRT
 

Por Harry Papachristou

ATENAS, 1 Jul (Reuters) - A Grécia e seus credores internacionais retomam as discussões nesta segunda-feira para liberar 8,1 bilhões de euros de empréstimos de resgate após interrupção de duas semanas durante as quais o governo quase entrou em colapso com o fechamento da emissora de TV estatal ERT.

O primeiro ministro do país, Antonis Samaras, disse esperar que as discussões sejam concluídas com sucesso, apesar dos contratempos ao programa de privatização do país e atrasos nas reformas do setor público.

Para pressionar Atenas a cumprir as reformas, o trio de credores pode se recusar a pagar a quantia total de uma vez só e, em vez disso, dividi-la em três parcelas mensais, relatou a mídia da Grécia.

As apostas são altas. Se as discussões falharem, o Fundo Monetário Internacional (FMI) pode ter que se retirar do resgate da Grécia para evitar violar suas próprias regras. Atenas também precisa resgatar cerca de 2,2 bilhões de euros em títulos em agosto.

O ministro das Finanças, Yannis Stournaras, terá sua primeira reunião com representantes da troika de credores --o FMI, a União Europeia e o Banco Central Europeu -- às 11h00 (horário de Brasília).

(Reportagem adicional de Tatiana Fragou)