CORREÇÃO-GP Investments compra rede de salões Cor Brasil por R$70mi

segunda-feira, 1 de julho de 2013 13:50 BRT
 

Corrige no último parágrafo nome da presidente da Cor Brasil, para Leila Velez e não Leila Vaz

Por Guillermo Parra-Bernal

SÃO PAULO, 1 Jul (Reuters) - A GP Investments, maior empresa latino-americana de private equity, comprou 33 por cento de participação na rede de salões de beleza Cor Brasil por 70 milhões de reais, num momento em que o aumento do padrão de vida na maior economia da região aumenta a demanda por serviços relacionados à beleza.

A Cor Brasil, também conhecida como Beleza Natural, dona de uma fábrica que produz diversos produtos e controladora de 13 salões em três estados brasileiros, atende a classe média emergente que nos últimos anos vem sendo impulsionada pelo aumento da renda familiar. A receita da empresa baseada no Rio de Janeiro cresceu a uma taxa composta de 30 por cento ao ano desde 2001.

A GP Investments, cujo investimento anterior no mercado de beleza brasileiro estava alocado na empresa de consumo Hypermarcas, vai utilizar recursos do fundo de 1,1 bilhão de dólares GPCP V para pagar a aquisição.

Os quatro fundadores da Beleza Natural, que criaram a empresa em 1993 com capital proveniente da venda de um Volkswagen Fusca, permanecerão com a fatia restante de 67 por cento, além da administração da companhia. A linha Beleza Natural da empresa compete com os produtos da L'Oreal e da Procter & Gamble num mercado com vendas estimadas de 900 milhões de reais ao ano.

A Cor Brasil quer abrir 120 salões nos próximos anos, disse a presidente e co-fundadora da empresa, Leila Velez. A companhia tem 1.700 funcionários e um fluxo de 90.000 clientes por mês.