Fiat afirma que não conversou com Peugeot sobre aliança

segunda-feira, 1 de julho de 2013 14:13 BRT
 

MILÃO, 1 Jul (Reuters) - A Fiat não estava entre os potenciais investidores sondados pela família fundadora da PSA Peugeot Citroen, afirmou o presidente do conselho do conselho e acionista controlador da montadora italiana, John Elkann, nesta segunda-feira.

O clã da Peugeot, uma das três dinastias de veículos sobreviventes da Europa, e o presidente executivo Philippe Varin se voltaram à GM, que detém 7 por cento da empresa, depois de sondarem outros potenciais investidores, incluindo a parceira chinesa Dongfeng, disseram fontes à Reuters na semana anterior.

O reconhecimento da família de que teria que abrir mão do controle poderia levaria a uma consolidação na deficitária indústria automobilística na Europa e ao fechamento de fábricas.

Perguntado se teria mantido conversas com a família Peugeot, Elkann disse: "Não."

"Como dissemos antes, se fôssemos apresentados a uma interessantes oportunidade (de parceria), estaríamos abertos a considerá-la", ele afirmou.

(Por Jennifer Clark)