Cade aprova compra de restante de térmica da Neoenergia por Petrobras

terça-feira, 2 de julho de 2013 07:59 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra pela Petrobras de participação de 23,13 por cento do capital social e votante da usina termelétrica Termoaçu, da Neoenergia, informou a autarquia em despacho publicado nesta terça-feira no Diário Oficial.

A Petrobras, que já possuía 76,9 por cento da usina localizada no município de Alto do Rodrigues, no Rio Grande do Norte, assume o controle integral do negócio com a operação, que não teve o valor divulgado.

Ao Cade, a estatal afirmou ter "identificado uma oportunidade de aumentar sua capacidade de geração, aumentando a eficiência e a confiabilidade do seu parque gerador, contribuindo desse modo para o suprimento de energia para o país." A autarquia não impôs restrições à transação.

Com capacidade instalada de 367,9 MW, Termoaçu produz energia para as distribuidoras Coelba e Cosern, além de vapor utilizado pela Petrobras para injeção em poços de petróleo.

(Por Marcela Ayres)