S&P corta rating da OGX para nível pré-default

terça-feira, 2 de julho de 2013 16:12 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Jul (Reuters) - A agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou nesta terça-feira o rating de crédito da petroleira OGX, do empresário Eike Batista, de "B-" para "CCC", num nível próximo ao de empresas em situação de default. A perspectiva para a nota é negativa.

Segundo a S&P, o rebaixamento deve-se principalmente ao anúncio feito pela OGX na segunda-feira de redução nos planos de desenvolvimento da produção. Segundo a petroleira, os três poços no campo de Tubarão Azul podem cessar a produção em 2014, devido à falta de tecnologia disponível.

Além disso, a OGX cancelou encomendas para novas plataformas de petróleo, e não irá desenvolver os campos de Tubarão Tigre, Tubarão Gato e Areia Tubarão, todos na bacia de Campos.

"Esperamos que a OGX precise de financiamento externo adicional para amortecer a falta de caixa no fim de 2013 e começo de 2014", segundo a agência de risco.

Às 16h08, a ação da OGX na bolsa paulista desabava 14,29 por cento, a 0,48 real, após já ter tombado quase 30 por cento na véspera. No mesmo horário, o Ibovespa caía 3,92 por cento.

(Por Aluísio Alves)