Milho e soja dos EUA terão duas semanas de clima favorável--meteorologista

terça-feira, 2 de julho de 2013 16:41 BRT
 

CHICAGO, 2 Jul (Reuters) - Temperaturas moderadas e chuvas ocasionais nas próximas duas semanas deverão dar às recém-plantadas lavouras de soja e milho dos EUA um grande impulso, disse um meteorologista agrícola nesta terça-feira.

"A projeção é boa para as próximas semanas. Fará frio até sexta-feira e depois esquentará até 80 a 90 graus Fahrenheit (27 a 32 graus Celsius) e todo mundo vai receber alguma chuva", disse o meteorologista Andy Karst, da World Weather Inc.

Segundo ele, algumas áreas do leste do Meio-Oeste receberiam 0,5 a 1,5 polegada de precipitações nesta semana, com chuvas leves em toda a região na próxima semana.

Não há sinais de estresse hídrico provocado por calor, e a umidade do solo é adequada, acrescentou Karst.

Na segunda-feira o Departamento de Agricultura dos EUA reportou que 67 por cento das lavouras de milho do país estão em condições boas ou excelentes, uma alta ante os 65 por cento de uma semana atrás. Índice igual foi registrado para a qualidade das plantações de soja.

Outro meteorologista disse que, tomando como base as previsões climáticas, os EUA poderão colher uma safra recorde de 13,391 bilhões de bushels de milho este ano, e uma safra recorde de 3,198 bilhões de bushels de soja.

Níveis normais de precipitações são esperados para o cinturão de grãos do país e não há sinais de que o clima quente poderá afetar as produtividades de qualquer uma das duas culturas, disse o meteorologista Don Keeney, do MDA Weather Services, no Fórum Global de Agricultura da Thomson Reuters.

(Reportagem de Sam Nelson)