Draghi diz que fim da política acomodativa do BCE está distante

quinta-feira, 4 de julho de 2013 10:39 BRT
 

FRANKFURT, 4 Jul (Reuters) - O fim da política acomodativa do Banco Central Europeu (BCE) está distante, afirmou o presidente Mario Draghi, tentando aliviar o nervosismo nos mercados com os distúrbios políticos na Europa e com os planos do banco central dos Estados Unidos de reduzir seus estímulos monetários.

Nesta quinta-feira o BCE manteve sua principal taxa de juros na mínima recorde de 0,5 por cento. Também deixou sua taxa de depósito em zero e a de empréstimo em 1 por cento.

"Vou confirmar o que dissemos da última vez, e o que alguns de nós também disseram em várias declarações públicas, de que no geral o fim (da política acomodativa) está bastante distante", disse Draghi em entrevista à imprensa após a decisão sobre os juros.

Ele mencionou uma declaração anterior de que as taxas de juros permanecerão nos níveis atuais ou mais baixos por um período prolongado de tempo incluindo a taxa de depósito overnight paga pelos bancos para deixar seu dinheiro no BCE, acrescentando que o BCE tem a mente aberta sobre reduzir a taxa de depósito para abaixo de zero.

"Mantemos a mente aberta, estamos tecnicamente prontos e isso está basicamente incluído nas opções que temos no futuro", disse Draghi.

(Por Paul Carrel)