HSBC desiste de banco de varejo e gestão de fortunas na Coreia do Sul

sexta-feira, 5 de julho de 2013 07:41 BRT
 

HONG KONG, 5 Jul (Reuters) - O HSBC, maior banco da Europa, vai fechar a rede de agências de varejo e o negócio de gestão de fortunas na Coreia do Sul, deixando apenas a unidade de banco global e de mercados que servem a clientes corporativos.

O encerramento das atividades, a partir de 8 de julho, faz parte do processo de reestruturação global do HSBC, que já fechou ou alienou 52 empresas em todo o mundo desde maio de 2011, disse a instituição nesta sexta-feira.

O HSBC vai buscar aprovação regulamentar para fechar dez sucursais na Coreia do Sul, deixando para trás um único escritório para apoiar a unidade de banco corporativo global, responsável por ajudar empresas a levantar capital, operar ativos e investir.

Uma porta-voz do HSBC em Hong Kong disse que 230 funcionários na Coreia do Sul serão afetados pela decisão. Eles receberão a oferta de indenização ou a possibilidade de trabalhar no banco até que a mudança acabe, disse ela por telefone.

(Por Lawrence White)