Governo dará mais detalhes do leilão do pré-sal semana que vem

sexta-feira, 5 de julho de 2013 14:59 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 5 Jul (Reuters) - A minuta de contrato e o pré-edital do primeiro leilão para exploração do pré-sal, que vai ser realizado em 22 de outubro, serão divulgados na próxima semana, disse nesta sexta-feira o coordenador-geral de Exploração e Produção de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Clayton Pontes.

De acordo com a autoridade, a minuta e o pré-edital do leilão trarão mais detalhes que ajudarão a indústria do petróleo na definição de sua estratégia de atuação na licitação.

O governo anunciou na quinta-feira que o bônus de assinatura para a área gigante de Libra, na Bacia de Santos, será 15 bilhões de reais, e que o chamado óleo lucro a ser partilhado com o governo terá um percentual mínimo na média do período de vigência do contrato de 40 por cento, para um preço do barril de petróleo de 105 dólares.

No leilão de áreas do pré-sal, ganhará a licitação quem ofertar a maior parcela de óleo ao governo.

Pontes explicou que o percentual de óleo pode variar em caso de a cotação do barril ser maior ou menor.

"A tabela (sobre a variação) vai estar no pré-edital, e, em princípio, na semana que vem. E vai dar segurança ao investidor", afirmou a autoridade a jornalistas em evento na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro.

Segundo ele, 40 por cento é o piso. "Mas, se o preço do barril subir, o percentual deve subir também proporcionalmente. Isso vai estar no edital e no contrato. Se o barril cair, a variação será proporcional para baixo. O valor de 40 por cento é para efeito de edital", explicou.

Dessa forma, destacou, os recursos que o governo terá direito na produção de Libra, maior reserva de petróleo descoberta no país, dependerão também da cotação internacional do barril de petróleo.   Continuação...