Taxa de retorno pode ter teto de 8,5% em leilões de ferrovias

sexta-feira, 5 de julho de 2013 16:01 BRT
 

BRASÍLIA, 5 Jul (Reuters) - A taxa de retorno de 8,5 por cento fixada para a concessão da ferrovia entre Açailândia (MA) e Barcarena (PA) deverá ser o teto para os demais projetos ferroviários que o governo pretende licitar até o começo do ano que vem, disse nesta sexta-feira o ministro dos Transportes, César Borges.

O ministro ponderou, entretanto, que caberá ao Ministério da Fazenda a decisão final sobre a taxa de retorno, que deverá variar para cada trecho de ferrovia a ser licitado.

O governo pretende fazer o leilão do trecho Açailândia-Barcarena no dia 18 de outubro. O trecho, de 457 quilômettros, será o primeiro do pacote de 11 mil quilômetros de ferrovias a ir a leilão.

Em outubro devem sair os editais dos dois próximos trechos a serem oferecidos: Lucas do Rio Verde (MT) a Uruaçu (GO) e Estrela d�Oeste (SP) a Maracaju (MS). (Por Leonardo Goy)