Dólar estimula retomada das vendas antecipadas de soja do país, dizem analistas

sexta-feira, 5 de julho de 2013 17:26 BRT
 

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO, 5 Jul (Reuters) - A comercialização antecipada da safra 2013/14 de soja tem ganhado ritmo nas últimas semanas no Brasil, após estagnação em boa parte do primeiro semestre, por influência de um real mais desvalorizado, apontaram especialistas.

A moeda norte-americana valorizou pouco mais de 4 por cento sobre a brasileira só em junho, o que ajuda os produtores a fecharem negócios mais lucrativos em real sobre uma commodity precificada em dólares.

A consultoria AgRural estima que as vendas de soja cheguem atualmente a cerca de 20 por cento do volume que será colhido em 2014, contra cerca de 5 por cento no fim de maio.

"Foi a desvalorização cambial que puxou essa comercialização", disse o consultor da AgRural Fernando Muraro.

Por outro lado, as vendas antecipadas estavam em 52 por cento nesta mesma época do ano passado, lembrou o especialista.

CUSTOS E PREÇOS

O ímpeto menor para o fechamento dos negócios deve-se a preços menos atraentes que vinham sendo oferecidos pelas empresas compradoras, que tiveram que começar a repassar custos que surgiram nos últimos meses, como fretes mais caros.

"Teve um movimento de dificuldade, porque as tradings jogaram custos de frete lá em cima e isso afujentou os primeiros negócios", completou Muraro.   Continuação...