Ações asiáticas atingem mínima de 2 semanas após dados dos EUA

segunda-feira, 8 de julho de 2013 07:51 BRT
 

Por Dominic Lau

TÓQUIO, 8 Jul (Reuters) - As ações asiáticas caíram nesta segunda-feira, uma vez que fortes dados sobre o crescimento do emprego nos Estados Unidos aumentaram as chances de o banco central do país reduzir seu estímulo nos próximos meses.

As ações chinesas e o sentimento regional foram afetados pelo plano de Pequim de cortar o crédito para forçar uma consolidação nas indústrias que sofrem com excesso de capacidade uma vez que busca acabar com a dependência da economia a investimentos financiados por dívida barata.

Às 7h43 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,41 por cento, depois de atingir mínima de duas semanas.

Os empregadores norte-americanos acrescentaram 195 mil empregos a suas folhas de pagamento no mês passado, superando as expectativas de 165 mil. Para aumentar o sentimento positivo, os dados de abril e maio foram revisados para cima em um total de 70 mil. A taxa de desemprego permaneceu em 7,6 por cento uma vez que mais pessoas entraram na força de trabalho.

As fortes vendas generalizadas na sexta-feira de Treasurires dos EUA --com o yield de 10 anos sofrendo sua maior alta em um dia em quase dois anos, de acordo com dados da Reuters--aceleraram as perdas que começaram em maio sobre a incerteza em relação ao programa de compras mensais de títulos de 85 bilhões de dólares do Federal Reserve.