8 de Julho de 2013 / às 11:39 / 4 anos atrás

Economistas veem Selic a 8,50% esta semana, reduzem inflação e PIB em 2013

Por Camila Moreira

SÃO PAULO, 8 Jul (Reuters) - Economistas de instituições financeiras cravaram as apostas de que a Selic será elevada em 0,50 ponto percentual nesta semana, ao mesmo tempo em que veem inflação e crescimento mais baixos e dólar mais alto neste ano.

Segundo a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira, para a reunião de agosto do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC a expectativa é de que a taxa básica de juros vá a 8,50 por cento ao ano.

O Copom reúne-se na terça e quarta-feira para decidir sobre o nível da Selic. A expectativa vista no Focus fica em linha com pesquisa da Reuters.

A curva de juros futuros havia chegado a embutir expectativa majoritária de alta de 0,75 ponto na Selic nesta semana, mas esse cenário perdeu força, com a maioria das apostas nos últimos dias apontando para 0,50 ponto.

A expectativa de manutenção do ritmo de aperto monetário foi corroborada pelo resultado do IPCA de junho, que desacelerou a alta a 0,26 por cento, num resultado abaixo do esperado, mas ainda estourando o teto da meta em 12 meses.

Os analistas consultados no Focus também mantiveram a projeção para a taxa básica de juros a 9,25 por cento no final de 2013 e de 2014.

Entretanto, o Top 5, que são as instituições que mais acertam as projeções no médio prazo, mostra que a estimativa para a Selic é de 9,50 por cento neste ano, inalterada ante a semana anterior. Para 2014, entretanto, houve elevação para 9,75 por cento, ante 9,50 por cento.

INFLAÇÃO

No Focus, os agentes econômicos reduziram a expectativa para o IPCA neste ano a 5,81 por cento, ante a 5,87 por cento na pesquisa anterior. Para 2014, a projeção foi elevada a 5,90 por cento, ante 5,88 por cento.

Por sua vez, a expectativa para a inflação nos próximos 12 meses foi elevada a 5,67 por cento, ante 5,65 por cento.

Um fator de preocupação para a inflação neste segundo semestre é a alta recente do dólar, que não deve voltar para perto de 2 reais tão cedo, segundo outra pesquisa da Reuters.

Na pesquisa Focus, os economistas elevaram pela terceira vez seguida a expectativa para o dólar no final deste ano, a 2,20 reais, ante 2,15 reais anteriormente. Para 2014, a projeção subiu a 2,22 reais, ante 2,20 reais.

Já a expectativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano foi reduzida pela oitava semana, a 2,34 por cento, ante 2,40 por cento anteriormente. Para 2014, a projeção no Focus agora está abaixo de 3 por cento, após redução a 2,80 por cento, ante 3,00 por cento na semana anterior.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below