Equatorial e CPFL confirmam rescisão de compromisso de compra do Grupo Rede

segunda-feira, 8 de julho de 2013 10:25 BRT
 

SÃO PAULO, 8 Jul (Reuters) - A Equatorial Energia e a CPFL Energia confirmaram em comunicados nesta segunda-feira que o compromisso de compra do controle do Grupo Rede Energia foi rescindido pelo atual controlador do grupo, Jorge Queiroz Jr.

O compromisso foi rescindido na sexta-feira, quando o atual controlador do Grupo Rede levou à votação dos credores, em assembleia, o plano de recuperação vinculado à venda para a Energisa, outra empresa do setor elétrico com interesse em comprar o endividado grupo.

O Grupo Rede informou que a eficácia do compromisso com CPFL e Equatorial estava sujeita à verificação, até 30 de junho de 2013, de determinadas condições suspensivas, dentre as quais a aprovação do plano de recuperação em conjunto com essas empresas pelos credores.

A votação do plano da Energisa pelos credores foi inconclusiva e o destino da empresa em recuperação judicial, e que tem distribuidoras sob intervenção da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), será decidido pelo juiz do processo.

A expectativa é que o juiz receba o resultado da votação na quarta-feira, sem previsão para tomar a decisão final.

"A companhia acredita que todos os requisitos legais para a aprovação do referido plano de recuperação judicial foram verificados e confia na sua homologação pelo poder judiciário", disse o Grupo Rede em comunicado nesta segunda-feira.

(Reportagem de Anna Flávia Rochas)