Empresas de energia britânicas retiram 160 funcionários do Egito

segunda-feira, 8 de julho de 2013 11:22 BRT
 

LONDRES, 8 Jul (Reuters) - As turbulências crescentes no Egito levaram as empresas de energia britânicas dos grupos BG e BP a retirar 160 funcionários do país.

O grupo BG, responsável por um quinto da produção total do Egito, está retirando 100 funcionários que não são essenciais do país, disse um porta-voz.

A empresa tem cerca de 150 funcionários expatriados, incluindo dependentes, no Egito, e a retirada é temporária, segundo o porta-voz.

"As operações vão continuar sem alteração, apesar dos eventos recentes", disse o porta-voz do Grupo BG.

A BP também planeja retirar alguns funcionários estrangeiros não essenciais temporariamente.

Uma fonte com conhecimento dos planos de retirada disse que 40 integrantes da equipe essencial da BP permanece no Egito e que seu escritório no Cairo continua em aberto.

Nenhum impacto na produção é esperado, disse.

A BP normalmente tem cerca de 100 funcionários no Egito, incluindo dependentes.

(Por Oleg Vukmanovic e Peg Mackey)